Game Office Network - Gonbrasil
Análises

Jogamos: Victor Vran

Victor Vran é um daqueles RPGs de ação que com certeza vai te surpreender, quando olhei o jogo pela primeira vez na Steam e estava em acesso antecipado associei o jogo diretamente ao “The incredible adventures of Van Helsing”, eu sei que foi bem prematuro e superficial afinal nem tinha jogado ainda. Poucos dias depois acabei me deparando com um vídeo mostrando um pouco da gameplay do jogo. Minha reação foi: Uau, parece interessante.
Finalmente o jogo saiu do Acesso Antecipado e tive a oportunidade de colocar minhas mãos no jogo. E todas aquelas impressões que tive do jogo antes foram por água abaixo, o jogo era muito melhor do que eu esperava.

Victor Vran é um caçador em busca de seu amigo perdido Adrian. Essa busca acaba levando nosso herói para o reino imaginário da Zegorávia, onde obviamente vai se envolver em muita pancadaria com monstros. Como disse previamente é um Arpg com elementos um pouco diferenciados dos que você já conhece, como Diablo, Torchlight e Path of Exile, que ao desenrolar do review vou falar mais sobre. O jogo tem visão isométrica, multiplayer, desafios por área, conquistas e cards Steam e finalmente suporte ao controle.

vv4567-1024x576

 

E será que vale a pena comprar Victor Vran?

Mapas desafiadores, variedades de inimigos e combinações interessantes fazem de Victor Vran um jogo diferenciado dos outros Arpgs, apesar de conter semelhanças, afinal são do mesmo estilo, o jogo não tem “personagens extras” você sempre vai ser Victor Vran e suas decisões de armas, cartas do destino e items que vão construir o personagem. Não pontos em atributos, skills e etc.
Olhando um pouco de longe parece uma maneira rasa de se montar um personagem, mas quando começa a experiência do jogo, tudo começa a adquirir novas dimensões. Como a escolha de armas por exemplo.

As armas são: Espada, Espingarda, Martelo, Florete, Rifle de luz e Foice cada qual com sua animação de ataque diferente, habilidade de clique e mais 3 habilidades ativáveis (algumas habilidades desencadeiam passivas) além de poder equipar uma arma secundária e trocar sem penalidades de cooldown (contanto que a arma seja diferente). Ok, mas o que faz disso algo profundo já que não se aprendem skills no jogo? A estratégia na combinação destas duas armas, com o que você escolhe de estilo no começo do jogo e as cartas do destino, que são items que você equipa para ai sim, tornar seu personagem único.

 

Outro fator bem legal em Victor Vran é como a história é construída. Algo que não é tão fácil para os rpgs de ação, a direção de voz do jogo e sensacional e sim tem vozes já conhecidas de muita gente no jogo. Outro ponto positivo na narrativa  é não usar cutscenes em CGI e sim em desenhos levemente animados. Essas animações aliadas a grande performance dos dubladores, faz de Victor Vran uma experiência bem imersiva. Apesar de Victor ser o herói clichezão, ele não passa de uma homenagem a todas aquelas histórias de aventuras com o sobrenatural. E convenhamos os desenhos de produção do jogo são demais.

Nem tudo são flores, algumas coisas ainda precisam melhorar no jogo. Como algumas situações que a história ficou bem para atrás e você acaba se esquecendo onde tem que ir, o jogo não mantem um log das quests o que é um pouco inconveniente. Outra coisa que me incomodou um pouquinho, mas não atrapalha é a otimização do jogo. E por fim existe uma pouca gama de skills no jogo, mas já foi confirmado via twitter e no Hub Steam do jogo que novas armas e novas atualizações estarão disponíveis em breve assim como uma nova dlc.

Se você leu até aqui e ainda tem dúvidas, eu aconselho muito o jogo para quem é fã de rpgs de ação é de fato um jogo que merece ser comprado.

Aproveitar o espaço para agradecer todos os comentários no nosso site, essa força que nos motiva a criar mais conteúdo original para vocês. E se você gostou de algum artigo, ou matéria não sinta vergonha, ali embaixo tem um botão para você compartilhar nas redes sociais e se não for pedir demais, visitem os sites dos nosso patrocinadores não é vírus, realmente são sites!

Victor Vran foi lançado oficialmente dia 24 de julho de 2015, e gostaria de agradecer a galera da  Haemimont Games pelo apoio! Victor Vran também vai ser mostrado na gamescom.

Rafael "Scarface" Luerce

PC Gamer desde a adolescência, vindo de uma geração onde quem jogava Diablo e Planescape: Torment era feliz.

Comentários