Game Office Network - Gonbrasil
Artigos

Como as DLCs podem acabar com o mundo dos jogos

Para quem não sabe, DLC significa ”downloadable content” ou ”conteúdo transferível” . Antigamente conhecidos mais por expansões, eram um jeito que as empresas tinham de manter um jogo vivo e com novas coisas, mesmo anos após seu lançamento. Muitas vezes eram updates gratuitos, outras vezes, pagos, mas sempre era algo novo que todo fã gostava que fosse lançado. Dito isso, o que tem de errado com as DLCs nos dias de hoje?

Gaige_&_D374-TP_-_Render Como foi dito acima, essas expansões tinham o intuito de expandir o jogo, dando muito mais conteudo e horas de jogo, para um jogo já ‘antigo’.

Hoje, as empresas já lançam jogos com DLCs pagas prontas.

Umas são enviadas para o jogador caso ele compre o jogo na pré-venda, motivando as pessoas a pagarem por um produto que ainda não sabem como funciona. Muitos se arrependeram nisso com o caso que foi Batman: Arkham Knight para PC, que teve gigantesco número de reembolsos e foi retirado da loja da Steam até que seja arrumado o port. Como a maioria dos casos de DLC de pré-compra é mais sobre visual e material não tão importante para o jogo, o problema ainda não é esse.

Outros casos, são DLCs que mesmo que não sejam lançadas junto com o jogo, são partes importantes do jogo que deixam para fazer mais tarde, para conseguirem lucrar mais com o jogo. E o problema é este no mundo dos jogos.

Afinal, quem quer uma empresa que pensa em um jogo completo, e depois o divide para poder lucrar mais? Não é só uma forma de desrespeito com o consumidor, como algo que vai ficando cada vez pior, e quando todas DLCs de um jogo são lançadas, eles fazem uma versão especial do jogo que contém todo o conteúdo, afinal, essa é a versão final do jogo.

Mas, adianta se tocar disso e evitar comprar? Nem sempre. As desenvolvedoras costumam criar equipamentos únicos para DLCs, como é o caso de Battlefield onde você pode ter armas melhores se estiver disposto a pagar o preço. Ou personagens mais fortes, como foi o caso da Gaige (imagem) no seu lançamento em Borderlands 2. Se você não pagar provavelmente o jogo vai ser mais difícil para você e você vai perder bastante coisa.

Eu adoro expansões, gosto de ver que continuam atualizando um jogo para trazer mais conteúdo, mas cada vez que eu jogo algo e sinto que aquilo poderia já estar no jogo antes eu me sinto totalmente enganado. Star Wars Battlefront da EA Games não vai ter os clássicos mapas de batalha espacial, e o que é um jogo sem batalha espacial de nome Star Wars? Eu não dou muito tempo para a EA lançar os mapas espaciais como DLC paga, algo que o jogo já deveria ter, mas que você vai ter de pagar extra.

Não se engane também que DLCs são sempre pagas, como é o caso de The Witcher 3 que teve gigantescas expansões gratuitas.

Também não se engane que todas DLCs pagas não valem o preço. Falei de Borderlands 2, mas uma de suas DLCs, Tiny Tina’s Assault on Dragon Keep além de ser uma ótima DLC trouxe muitos elementos que os fãs vieram pedindo após o lançamento do jogo, então continua sendo algo feito para os fãs e não algo retirado do jogo para ser colocado pago depois.

Rian ''BlackDog''Duarte

Estudante de física, jogador casual e escritor com dislexia.

Comentários