Game Office Network - Gonbrasil
Reviews

Jogamos: Odallus: The Dark Call

Dá orgulho falar de um game brasileiro tão bom e desafiador, a Joymasher que já é conhecida por Oniken, fez um trabalho sensacional com esse “Castlevania”, coloco entre aspas pois é muito raso afirmar que Odallus é um Castlevania, o jogo vai além disso. Quando comecei a jogar a estética “8-bits” foi uma das coisas que mais prenderam atenção, posso ser chato, mas não é todo jogo com visual retrô que me chama atenção. Devo pontuar que o salto de Oniken para Odallus foi bem ambicioso, a empresa já tinha um Hit e como podemos ver é um jogo já de sucesso não só de vendas como de crítica.

Odallus é um daqueles jogos que você ama odiar, dificuldade, inimigos com táticas, não ter respawn nos bosses – Ok, eu realmente gosto disso, menos quando estou quando pressa.

A história do jogo é também de certa forma uma homenagem a estética oitentista, com aqueles diálogos que parecem ter saídos daqueles filmes fantásticos da sessão da tarde. É realmente uma jornada nostálgica. Haggis nosso protagonista está em busca do seu filho tendo que atravessar um caminho de inimigos e escuridão, desculpem pela liberdade poética JoyMasher!

Como deixei claro é meio raso falarmos que Odallus: The Dark Call é apenas mais um jogo estilo “Castlevania” ou se preferir “Metroidvania”, embora discorde da célula Metroid no jogo. A própria empresa fala que o jogo foi inspirado em clássicos como: Ghost’n Goblins, Demon’s Crest e Castlevania (não sei se vocês perceberam) sem contar os inúmeros elementos “oitentistas” do jogo.

2015-08-22_00003

 

O jogo é bem “simples” de jogar, pulo, ataque com espada, arma secundária. Mas não se engane achando que isso é superficial o jogo é bem desafiador e requer muita atenção. Um dado a parte que essa dificuldade durante as fases não se repetem em alguns chefões que são até relativamente fáceis se comparados com o desenrolar do jogo. Mas nada que tire o brilho do jogo.

Outra coisa que a JoyMasher poderia rever é o jogo não abrir direto, especialmente para quem como eu usa o Big Picture na Steam. JoyMasher atenda os preguiçosos como eu!

2015-08-22_00004

 

 

 

 

Porque jogar Odallus:The Dark Call

 

Odallus:The Dark Call é um jogo interessante por si só e pelos elementos que ele engloba na sua bagagem, como toda obra (e sim devemos considerar games Arte) o repertório utilizado para compor o jogo é bem vasto, não só pela nostalgia mas pela linguagem do jogo. Gosta de Castlevania? Gosta de Pixel-art? Gosta de RetroGames? Gosta de jogos Indie? A resposta é SIM Odallus: The Dark Call é um jogo que vale e muito a pena jogar, não só por ser brasileiro mas pela qualidade de produção e paixão colocado no game. A cada momento que vai se passando durante o jogo, mais imersivo ele vai se tornando, o quê é raro para mim, mas de qualquer maneira o trabalho artístico do jogo é sensacional, eu fiz um álbum gigante de screenshots, fui fisgado pela arte do jogo.

Vale a pena pagar o preço integral? Vale sim, se você curte o gênero não vai jogar dinheiro fora, e se você tem mais de 25 anos o quê está fazendo que ainda não comprou?

 

Para finalizar, gostaria de agradecer o pessoal da JoyMasher por ter nos disponibilizado uma cópia para fazermos o review do jogo.

 

 

 

Rafael "Scarface" Luerce

PC Gamer desde a adolescência, vindo de uma geração onde quem jogava Diablo e Planescape: Torment era feliz.

Comentários