Game Office Network - Gonbrasil
Análises

Jogamos: Ceres

Conheça Ceres, um jogo de estratégia espacial onde você assume o controle de um esquadrão de naves pelo incrível universo criado pelo jogo, que mistura estratégia em tempo real e combates emocionantes em uma nostalgia sci-fi.

ss_b2a1c1d160d5dd073b89f24a1af647897d6e674b.1920x1080

Ceres é um ótimo jogo de estratégia e RPG espacial para os amantes do gênero e até mesmo para iniciantes, por não apresentar um sistema difícil de se entender como em jogos do tipo Wasteland ou Starfleet Command. Em Ceres, você toma controle de várias naves para cumprir objetivos pelas varias aréas do Sistema Solar atual. Cada nave vai ter seu capitão, cada capitão vai ter sua especialização.

Assim como em RPGs você pode ir evoluindo os capitães de cada nave da frota, dando a eles até habilidades novas. Naves também são customizadas como você quiser, assim como o seu personagem na hora da criação. Se você é fã de sci-fi espacial, Ceres é um ótimo jogo para se sentir dono de sua própria frota, com a sua própria cara.

s2-451fcfee5d1b931c62a258c6ab81e171

História

A humanidade conseguiu a expansão espacial, naves orbitando outros planetas e portais para viagens interestelares se tornaram cada vez mais comum, assim como a habitação de outros planetas. Porém em Ceres, a Terra já não existe mais, graças a um desastre ainda incerto que aconteceu com um dos portais que ligava a uma estrela, que provavelmente estava em estado de supernova. Tudo o que resta da Terra são rochas e poeira espacial.

Mas a humanidade prevaleceu, junto com sua tecnologia, criando civilizações em outras partes do Sistema Solar, onde você como protagonista nasce. Você é um aventureiro, que pretende criar um nome pelo espaço. Em uma de suas primeiras missões, com sua primeira nave, você se depara com uma Inteligência Artificial de nome Ceres, que irá mudar tudo no universo.

Sem spoilers da história, ela pode até ser um pouco clichê, mas sabe fluir com calma e prendendo o jogador aos poucos, não se desgastando facilmente.

Jogabilidade

Como dito antes, para um jogo de estratégia em tempo real e fortes elementos de RPG, Ceres consegue se manter simples. Mas, não vá achando que os comandos vão ser totalmente entendidos nos primeiros minutos do jogo.

Eu alcancei 12 horas dentro do jogo e ainda não desvendei o que muitos ”botões” da nave fazem. Mas o jogo consegue ser jogado sabendo apenas o básico, e o resto é apenas melhorias que vão facilitar o seu gameplay quando aprendido. Algo bem parecido com jogos como Civilization e Fallout 2, onde saber o básico já te salva de não estar entendo o que está acontecendo.

Você tem que saber controlar o posicionamento de suas naves, para não acabar colidindo uma com outra, você tem que saber onde atirar para não acabar causando ”fogo amigo” e saber dividir as funções da frota. Foque algumas naves para combate, outras para manutenção, outras para exploração e outras para hack que você terá uma frota completa.

Combate: você dispõe das armas que você tiver na nave, você pode compras novas também e pode usa-las enquanto tiver material. A disposição vai de misseis, metralhadoras, armas de plasma etc. Além das armas da nave, você pode enviar drones de combate. E se combate armado não for o seu forte, você pode tentar desabilitar naves inimigas ou tomar controle delas por hack.

Navegação: saber sobre a navegação é importante já que o jogo não fez cortes em tornar as áreas pequenas. Saber controlar o seu combustível é importante, então sempre veja a força necessária nos propulsores da sua nave com o tamanho dela. Você pode acelerar o tempo (no melhor estilo The Sims) para não ter que esperar sua nave sobrevoando o sistema inteiro.

Recursos: sua nave vai precisar de materiais, e para coletar esses materiais você tem que extrair das rochas pelo espaço. Cada rocha vai te trazer materiais diferentes para diferentes funções. Após grandes viagens ou longos combates é importante garantir que você tenha coletado os materiais necessários para recuperarem os gastos. Você pode ”lootar” também naves inimigas que você acabou de derrotar.
ss_6861a3479dd3b15a24fa20612eb8493d4d330352.1920x1080Como um fã de sci-fi espacial é difícil não ficar ”comprado” por Ceres que consegue ter um pouco de tudo que eu gostei.

Uma história que começa parecida com de Cowboy Bebop e se desenvolve igual a de Battlestar Galactica (eles até colocam uma referência. Se você for criar seu personagem, é possível que o nome ”Gaius” apareça como sugestão).

Porém, Ceres não é todo perfeição.

Sua câmera ainda precisa ser bem mais trabalhada, assim como o seu combate que é difícil se acompanhar, mesmo pausando o jogo, não parece ter um padrão muito bom. Apesar de não ter testemunhado em 12 horas de jogo, muitas pessoas reclamaram de bugs no jogo.

Fora isso Ceres é um dos jogos mais subestimados do mercado de 2015 e deveria ter mais atenção. Se você é um fã de sci-fi não deixe de secar este título, que consegue misturar simplicidade para um jogo de estratégia e uma história bem desenvolvida.

Rian ''BlackDog''Duarte

Estudante de física, jogador casual e escritor com dislexia.

Comentários