Game Office Network - Gonbrasil
Análises

Jogamos: On My Own – PC/STEAM

2016-02-27_00002

SOBRE O JOGO:

On My Own é um jogo de sobrevivência Indie desenvolvido pela Beach Interactive (foi desenvolvido por apenas 2 pessoas) e lançou ontem no Steam como jogo completo.

O jogo não tem história nem nada para contar por trás de tudo, é apenas um outro Survival genérico por aí, basicamente você é um homem que tem que sobreviver em diversos climas, estações do ano, animais e aquela famosa corrida contra o tempo para achar comida e abrigo (básico de jogos desse estilo).

O jogo conta com um mapa com 4 áreas para serem exploradas, cada área com certos tipos de animais e recursos, dentre elas temos:

  • Woodland Biome (área inicial, uma floresta comum, onde é mais fácil conseguir comida e recursos)
  • Woodland Lake Biome (o próprio nome já diz, uma zona de pesca, basicamente a área inicial com um lago)
  • Alpine Tundra Biome (área onde já começa complicar, mais animais selvagens e menos comida e recursos)
  • Mountain Biome (aqui basicamente é a lei da ”Sobrevivência do mais forte”, sem recursos, apenas dor e sofrimento)

Screenshot_1O jogo contém um crafting bem básico, lembra um pouco o do Minecraft, porém não precisa de um workbench nem nada do tipo, você pode fabricar seus itens direto do inventário, não existem muitos itens craftaveis, vou deixar a lista de itens aqui embaixo junto com um link de 2 guias de crafting caso você tenha interesse:

1. Deadfall Trap/Snare Trap

2. Natural Thread

3. Blanket

4. Rope

5. Arrow Head/Arrow

6. Bundle Bow/Long bow

E algumas outras coisinhas como roupas e a vara de pesca, vou deixar a lista aqui: Página 1 e Página 2.

A comida é algo bem fácil de conseguir e os animais são bem fáceis de matar, o real problema é o arco e o hitbox dele que são bem mal feitos.

A fome é o menos preocupante, ela desce bem devagar e a comida regenera bastante da fome, o problema é a energia que desce bem rápido dependendo de suas ações e seu personagem pode acabar desmaiando por conta disso.

Dentro do jogo existem as estações do ano também:

  • Spring (primavera) – 2 Dias
  • Summer (verão) – 4 Dias
  • Fall (outono) – 2 Dias
  • Winter (inverno) – 4 Dias

A sobrevivência se trata a mesma durante a primavera e o verão, onde os recursos crescem/spawnam normalmente e é cheio de animais, já no outono e no inverno que fica um pouco mais complicado, onde você precisa viver da sua caça das outras estações, pois não cresce nenhum tipo de alimento e os animais diminuem, fora que no inverno você começa a ter frio e sua fome e energia começam a abaixar muito rápido.

Você pode passar os dias rapidamente dormindo, o que é uma coisa bem ruim, pois estraga a ”sobrevivência”, você só precisa juntar comida na primavera e no verão e hibernar no outono e no inverno facilmente.

2016-02-27_00003

MINHA OPINIÃO SOBRE O JOGO:

Bem, vamos lá, essa é a parte triste e realista, On My Own é mais um jogo de sobrevivência casual, não tem quase nenhuma diferença de qualquer outro jogo do gênero, pelo contrário, falta muita coisa para deixar ele um jogo bom para esse gênero.

Começando pela falta do ”Sprint”, você não pode correr no jogo, o que atrapalha muito na hora de caçar e de voltar para seu abrigo quando falta energia ou tem que buscar comida.

Quando sua fome chega a Zero, você morre instantaneamente, se você viajar e esquecer de comer ou até mesmo dormir sem comer você pode acabar morrendo sem aviso prévio.

O gráfico é aquele básico 2D, nada surpreendente ou especial, mas não é ruim, de cara ele lembra um pouco Kingdom, porém você acaba percebendo que é algo bem distante.

A trilha sonora é fraca e tem poucas música, apenas 1 música para cada bioma e uma musiquinha que toca quando você encontra uma carta.

O preço do jogo é razoável, ele é um pouco divertido e pode garantir em torno de 2-4 Horas de jogo até você enjoar, uma coisa que vai acabar te deixando irritado é o fato do personagem atrapalhar na hora de pegar um item, isso me deixou muito irritado, toda hora que tentava pegar um item próximo de mim, ele abria o inventario ao invés de pegar o item.

Outro problema chato é o arco, ele não tem animação na hora de atirar e a hitbox dos animais é um lixo, realmente um lixo, acaba sendo mais fácil você viver de frutinhas do que de carne.

Gostou do review ou do jogo? comente o que achou do jogo abaixo!

On My Own está por apenas R$15,99 no Steam, clique aqui para comprar!

 

Comentários