Game Office Network - Gonbrasil
Análises Playstation 4

Jogamos: Bloodborne

Bloodborne é um jogo de hack/slash desenvolvido pela From Software e que como seus jogos antigos, Demon Souls e Dark Souls apresenta um sistema de combate e multiplayer muito similar.

SpiffyCheeryDobermanpinscher

  • Enredo:
    Assim como os outros jogos da série Souls e dirigidos por Miyazaki, a história de Bloodborne contém várias vertentes e possibilidades para explicação, o resumo da sinopse segue:
    O jogo se passa em volta da cidade de Yharnam, uma cidade totalmente dominada por criaturas como lobisomens e homens sedentes por sangue. Mas a cidade nem sempre foi assim.
    A cobiça humana por buscar da evolução levou com que a igreja do cálice benigno pesquisasse por um método de crescermos como seres, buscando nas cavernas mais profundas e até nos cosmos a resposta para isso. Isso levou a descoberta e utilização do SANGUE ANCESTRAL? que foi o inicio do fim da cidade de Yharnam, o sangue se tornou mecanismo para todos os cidadões para tudo, até que o vicio pelo sangue os enlouqueceu, além de ter transformado a maior parte da população em bestas.

Você é um caçador nessa cidade. Um dos últimos…

  • Jogabilidade

Seguindo os passos de seus antecessores, Demons e Dark Souls, Bloodborne não decepciona. Com um sistema de combate bem mais agressivo o jogo consegue inovar em um sistema que todos já estavam acostumados sem enjoar ou exagerar.
Não só o sistema de combate é parecido como o de Dark Souls, como o de itens. Vários itens são parecidos, outros idênticos, como a ”Marca do Caçador”. As armas de mão também mudam de forma, podendo deixar elas mais lentas e poderosas, ou com maior alcance. Você também pode segurar um ataque para ele sair mais forte, mas em geral é bem parecido com Dark Souls.
Só que em Bloodborne você vai ser apresentado a armas de fogo, itens de caçador e agressividade:

  • Armas de fogo:

Quando se pensa em Bloodborne = Dark Souls é difícil imaginar arma de fogo, mas elas estão lá e são bem uteis. Como vocês vão ler logo abaixo, escudos (quase) não existem no jogo, mas ainda existem meios de você fazer ”parry” em ataques inimigos, deixando eles imoveis por um período de tempo para você executar um ataque especial. Armas servem principalmente para atrairem inimigos distantes, criar vantagem em segurança com dano e parar ataques em movimento. Se você optar pelo Cannon você também vai conseguir fazer uma grande quantidade de dano. Existem itens que deixam seu dano com balas maior por uma quantidade de tiros também. Mas não se esqueça! Munição é limitada

cannon-in-game-2

  • Itens de caçador:

O jogo apesar de não ter presença de magos como em Dark Souls não exclui totalmente a possibilidade de você sair por aí soltando poderes.
Ferramentas de caçadores que você encontra pelo jogo podem te fazer conjurar de tentáculos a laser pelos olhos. Dependendo do que você focou a sua build, elas podem causar muito dano e você pode escapar um pouco de sair só retalhar as coisas.

11

  • Agressividade

A melhor dica pra quem vai começar Bloodborne tendo jogado Dark Souls é ”seja agressivo!”. Se tivessem me contado isso antes, talvez eu não tivesse passado tantos problemas. Bloodborne não tem escudos, então o que lhe resta é ser mais agressivo do que seu amigo e saber a hora de desviar. O jogo é muito rápido, seus movimentos são super rápidos, então não deixe de atacar o inimigo, afinal, mesmo se você tomar golpe, você tem um tempo para recuperar sua vida, batendo no inimigo e banhando-se em seu sangue.

  • Multiplayer

bloodborne_multiplayer_pvp_co-op_network_features_4

O modo multi-jogador de Bloodborne segue um esquema parecido com o de Dark Souls, mas com umas coisas diferentes.

Em Bloodborne, assim como Dark Souls, você pode chamar jogadores para duelar contra você ou te ajudarem por uma fase ou boss. Porém, eis dois elementos, um de cooperação e um de PvP que mudaram:

Cooperativo: Agora você pode criar a ”sala” de jogo para chamar pessoas especificar. Diferente dos sinais no chão em Dark Souls, você precisa tocar um sino, e o outro jogador também. Quando a sintonia dos sinos bater, o jogador se conecta à você. Você pode mudar nas opções de jogo para ter uma sala privada com senha, assim só quem tiver a sua senha se conectará a você. Ótimo para jogar com amigos, e possivelmente o mesmo será usado em Dark Souls 3.

PvP: Isso é mais um destaque de cooperativo do que de PvP, mas, eis algo interessante em Bloodborne: Se você for de um covenant (um sistema tipo de grupos/guildas na história do jogo) rival do da pessoa que você chamar para te ajudar, automaticamente o seu companheiro se tornará seu inimigo. É bem divertido, por que poucas pessoas sabem ou esperam por isso quando vão chamar ajuda, então as coisas podem ficar bem confusas. Algo que também fará sentido se aparecer em Dark Souls 3.

Para acabar com uma sessão de PvP, você pode também matar a mulher que toca o ”sino macabro” que trouxe o jogador de outro mundo, fazendo ele voltar.

OBS: As mensagens de outros jogadores pelo chão assim como seus fantasmas e poças de sangue também estão presentes.

art0005

  • Ainda é difícil?

Quando as pessoas falam de Dark Souls a primeira coisa que pensam é se é um jogo difícil. Então, Bloodborne é fiel ao legado? A resposta é SIM!

O jogo, assim como os outros, não é injusto em nenhum ponto, mas é desafiador. Talvez não tanto quanto o primeiro Dark Souls, mas ele apresenta inimigos difíceis que podem aparecer fora de lugar só pra dificultar sua vida, fases super irritantes onde o cenário tenta te matar e chefes de fase super irritantes para qualquer jogador que quiser se aventurar sozinho pelo jogo.

OqRWm22

Bloodborne é fiel a todos os jogos da série Souls e em nenhum momento falha tanto em gameplay como história.

Vale ter em nota também: A história do jogo evolui bastante, o jogo rende bastante material para ser re-jogado, multiplayer divertido, personagens interessantes e apesar de toda primeira impressão de quem não jogou ser de que o jogo possa ter cenários repetitivos, ele não tem. A direção de arte do jogo também é incrível. Miyazaki, diretor do jogo, viajou até a Europa para estudar prédios góticos pro jogo.

Torne-se nosso patrão!

Nos ajude a continuar criando e melhorando todo o nosso conteúdo em troca de benefícios únicos para você também! Clique aqui

Rian ''BlackDog''Duarte

Estudante de física, jogador casual e escritor com dislexia.

Comentários