Game Office Network - Gonbrasil
Análises

Jogamos: Mafia 3


Mafia 3, o tão esperado novo jogo da desenvolvedora 2K Games (Famosa por suas franquias como Bioshock, Borderlands, Civilization V, The Darkness, NBA 2K e WWE 2K), apesar do imenso hype, não é o que os fãs da série realmente esperavam receber.

2k_mafia3_e3_lincoln_donovan

Lincoln fumando aquele marlborão com seu brother

  • ENREDO

Mafia 3 conta a história de Lincoln Clay, um veterano da guerra do Vietnã, que logo após ter sua família adotiva assassinada por Sal Marcano (antagonista do game), inicia sua busca por vingança, criando no processo, seu império mafioso.

Nascido em 1945, Lincoln foi abandonado por sua mãe e levado para o Saint’s Michelle Orphanage, que logo teve suas portas fechadas, e deu a oportunidade para Sammy Robinson adotá-lo.

Após servir na guerra do Vietnã, Lincoln já é recebido com notícias ruins: A gangue haitiana colocou a família de Sammy em débito com Sal Marcano, e Lincoln decide ajudar seu pai adotivo com tal problema, iniciando a trama do game.

 

  • JOGABILIDADE

Gostou do enredo do jogo? Bom, é aí que as coisas começam a piorar, porque sinceramente, os dois únicos fatores que mantém o jogador “preso”, são a soundtrack ótima, e a história, porque fora isso, Mafia 3 é um jogo muito fraco.

Apesar de ser apresentado como um jogo onde você controla um mafioso, já podemos dizer que na realidade, não é bem assim; Afinal, apesar da INCRÍVEL apresentação, o jogo não se passa de um “grind” extremamente repetitivo, logo fazendo o jogador perder interesse por sua história.

E é claramente visível que o jogo tenta de forma pesada “imitar” o nosso querido e adorado GTA V, mas falha no processo.

Por outro lado, é evidente que a sua produtora, 2K GAMES, realmente tinha a intenção de entregar um jogo bom aos consumidores, algo que notamos na construção dos personagens, do enredo, e dos enormes detalhes trazidos para os diálogos. Sem falar nas músicas introduzidas ao jogo, que com certeza chamam muito a atenção, e tentam colocar o jogador na pele do protagonista, com diversos clássicos da época.

Mas o que realmente assassina Mafia 3, é a falta de criatividade, que praticamente insulta o fato dele possuir cutscenes tão bonitas e bem trabalhadas.

Ao longo do jogo, e ênfase nisso, porquê é o que você fará até o fim, o jogador precisa causar danos à operação mafiosa de Sal Marcano, à ponto de atingir o antagonista do game. Você causará tais danos interrogando líderes de gangues ligadas à Marcano, quebrando caixas de suprimentos, e matando membros da gangue. Sem variação alguma, esse é o único tipo de missão entregue ao jogador durante o jogo inteiro.

Os pontos ruins não acabam aí, já que o jogo também falha em pequenos detalhes, como na inteligência artificial terrível (tanto de civis como de inimigos), no hand to hand combat, e no terrível erro de ter sido travado em 30 FPS, independente da plataforma (O que acredito que já deve ter sido corrigido, mas ainda assim, triste para um lançamento tão esperado), e as terríveis texturas com resolução baixa, em um jogo de 2016.

maxresdefault

 

  • PONTOS POSITIVOS (Tem algum?)

Sim, apesar de tudo, Mafia 3 ainda tem alguns pontos positivos, mas não são muitos.

Como já citado, a história é o que realmente mantém o jogador preso ao jogo, e ela é contada de uma maneira muito interessante, com diversas transições e entrevistas com conhecidos De Lincoln (Apesar de confuso, é um bom toque ao jogo). O combate armado é extremamente bom e fluido, mas como já esperado, acaba se tornando muito repetitivo, e logo perde sua química. E por fim, além de sua ótima soundtrack, o jogo possui um ótimo sistema na hora do jogador controlar carros, incuindo um modo padrão, e outro mais realista, para aqueles jogadores mais hardcores :3

 

  • Family isn’t who you’re born with, it’s who you die for.

Bom, Mafia 3 com certeza não é o sucessor perfeito que esperamos de GTA V, justamente por ser um jogo mal polido, fraco, e repleto de bugs, o que é uma tristeza para uma franquia tão conhecida, e uma desenvolvedora tão venerada.

Se você realmente tem interesse em comprar o jogo, aconselho que espere alguma promoção, ou sinceramente, não compre o jogo. Ele não vale os salgados 129 reais cobrados na Steam, e com certeza não vale mais de 50 reais. Mas se você se interessou pela história, é o único que fator que move o jogo, e que vale a pena tirar proveito de tal, por possuir um enredo muito rico e divertido.

 

Matheus ''Hobo'' Cabral

Atualmente PC Gamer e grande fã de RPG's clássicos.

Comentários