Game Office Network - Gonbrasil
Artigos

Por que você deveria dar mais atenção para Focus Home Interactive em 2017

Apenas quis escrever isso porque nunca vi alguém mencionar os caras

A Focus Home Interactive é uma publicadora de jogos francesa que está no mercado a muito tempo e você deve conhecer alguns de seus jogos, por mais que não assimile eles ao nome da empresa. Focada em jogos para PC, a Focus sempre seguiu caminhos bizarros com seus jogos, dificilmente parando em um estilo único ou em parceria com apenas uma desenvolvedora, sua abordagem em jogos de vários tipos sempre foi ambiciosa em ter títulos como Blood Bowl e Battlefleet Gothic: Armada mas nada que pudesse em mais de 20 anos no mercado marcar sua forte presença no mundo dos jogos, mas em 2017 isso pode mudar.

No começo do ano nós tivemos a continuação de Styx (que você pode conferir nossa análise aqui) e não muito tempo depois o jogo que prometia (na verdade, esperávamos) misturar sci-fi com Dark Souls, e o jogo se vendeu por conta disso, estamos falando de The Surge, obviamente (que você pode conferir nossa análise aqui). Não foram dois jogos ruins, muito pelo contrário, The Surge conseguiu surpreender com sua originalidade quando todos estavam esperando algo para saciar aquela vontade de um jogo da From Software e Styx tentou viver ao seu nome, mas foram jogos bem esquecíveis rapidamente e dificilmente serão usados de exemplos aqui em um dos por quê’s vocês devem prestar mais atenção na Focus Home Interactive em 2017.

Este anos dois dos jogos mais esperados estão sob o nome da Focus, e estes jogos são Vampyr e Call of Cthulhu, dois jogos muito esperados por pessoas que não sabem da existência da Focus Home Interactive mas querem muito jogar estes jogos, assim como um dos maiores destaques da E3 deste ano: A Plague Tale: Innocence, que como qualquer jogo da Focus vai ser escuro, nojento e cheio de ratinhos que pensarão e agirão de forma individual pelo jogo. A Plague Tale: Innocence possivelmente é o jogo que eu esteja mais esperançoso, porém ainda não tem uma data de lançamento segundo o site, e como Vampyr e Call of Cthulhu já estão confirmados para este ano, talvez tenhamos que esperar até 2018 para A Plague Tale. Só para garantir que estão todos atualizados, aqui alguns trailers:

Obviamente não temos certeza de estes jogos serão bons como parecem, afinal, The Surge parecia ser mais do que realmente foi e podemos até dizer o mesmo para Styx: Shards of Darkness. Se o resultado condizer com o que foi mostrado também, o crédito deve ir para os estúdios que produziram o jogo com o máximo de detalhes e esforço, estúdios como DONTNOD Entertainment que está por trás de Vampyr, ou Cyanide Studios que está junto da Focus por anos. O que é importante notar é o grande pulo que a Focus tomou de criar pequenos jogos de fazenda ou futebol americano bizarro, para tentar emplacar títulos que podem ser super revelantes para a era atual de jogos. Se os jogos não derem certo como prometem, teremos mais uma tonelada de The Surges por aí, irrelevantes, mas se as coisas começarem a der certo em baixo do nome da Focus Home, podemos esperar um pulo desses para 2018 e por aí vai.

 

 

Rian ''BlackDog''Duarte

Estudante de física, jogador casual e escritor com dislexia.

Comentários